© 2017 by Keren Hayesod.

Proudly created by eshetincoming.com

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • YouTube Social  Icon

48 King George St. P.O.B 7583, Jerusalem 91074

khwalk@khuia.org | Tel: +972-2-6701811 | Fax: +972-2-6701925

WALK ISRAEL 2020

Celebrando o Centenário do Keren Hayesod
MISSÃO TRILHA NACIONAL DE ISRAEL – 5ª Jornada

 

De Haifa para Jerusalém

25 a 30 de outubro de 2020

Ao longo de cinco anos, a família Walk Israel cobrirá toda a Trilha Nacional de Israel (em hebraico: Shvil Israel), uma trilha de 1.009 km que atravessa Israel de sul a norte. A TNI começa na cidade turística de Eilat, às margens do Mar Vermelho, a Dan, perto da fronteira libanesa, mostrando a extraordinária variedade de paisagens de Israel e seu mosaico humano. A trilha contém uma variedade de paisagens naturais e humanas, expondo os caminhantes aos muitos ecossistemas e habitats de Israel. A revista National Geographic chamou a trilha de um dos "cálices sagrados dos caminhantes".

Domingo, 25 de outubro de 2020

13:30                     Encontro e busca de participantes em Tel Aviv

17:00                     Encontro e busca de pessoas no Aeroporto Ben-Gurion

                              Viagem para o Norte

20:30-21:30         Jantar no hotel

21:30-22:00         Abertura da missão e briefing

Pernoite:              Merom Golan Resort Village

 

Segunda, 26 de outubro de 2020 
 

Comprimento do trecho: Cerca de 14 km
Tempo de trilha: 6 horas
Vamos oferecer quatro níveis de dificultade: Desafiante/Avançado, Intermediário, Fácil e Básico
 

NOSSO PRIMEIRO DIA DE CAMINHADA COBRIRÁ O CAMPO DE DETENÇÃO DE ATLIT AO MONTE CARMEL

Os principais locais ao longo do caminho incluem:

Campo de Detenção Atlit
Localizado ao longo da estrada costeira, o Campo de Detençao de Atlit é um patrimônio nacional que serve como um centro educacional sobre a “Haapalá”, a imigração clandestina para Israel entre 1934-1948.

Kibutz Yagur, apresentando “HaSlik”
Em junho de 1946, a polícia e os militares britânicos procuraram armas e fizeram prisões em Jerusalém, Tel Aviv, Haifa e várias dezenas de locais. A Agência Judaica foi invadida e aproximadamente 2.700 pessoas foram presas, incluindo o futuro primeiro-ministro israelense Moshe Sharett. No Kibutz Yagur, um dos três arsenais centrais de Haganá, os britânicos confiscaram mais de 300 rifles, cerca de 100 morteiros de 2 polegadas, mais de 400.000 balas, cerca de 5.000 granadas e 78 revólveres. As armas foram exibidas em uma coletiva de imprensa e todos os homens de Yagur foram presos.


Monte Carmel
O Monte Carmel tem sido um símbolo de beleza desde os tempos bíblicos. A área é coberta por uma densa floresta mediterrânea e atapetada com flores coloridas. Colinas e vales, rios e falésias fazem desta uma área ecológica dinâmica, com magníficas vistas panorâmicas do norte de Israel e da costa do Mediterrâneo.

Outras paradas importantes incluirão:

 


Visita ao Ulpan do Kibutz Yagur, um projeto apoiado pelo Keren Hayesod.
Para muitos novos olim (imigrantes), um ulpan apoiado pelo Keren Hayesod oferece a eles seu primeiro lar em Israel. Esses centros fornecem moradia, programação e assistência para ajudar os olim a estabelecerem uma base sólida para suas novas vidas em Israel.

Visita uma Aldeia Juvenil em Hadassa Neurim, um projeto apoiado pelo Keren Hayesod As Aldeias Juvenis ajudam os jovens israelenses desfavorecidos a lidar com as dificuldades de integração, romper o ciclo de pobreza e tornar-se membros contribuintes da sociedade israelense. Este programa fornece uma educação corretiva em um ambiente familiar acolhedor e ajuda esses jovens em risco a criar um futuro melhor.


Jantar
Pernoite:  West Lagoon Resort, Natânia
 

Terça-feira, 27 de outubro de 2020
 

Comprimento do trecho: Cerca de 15 km
Tempo de trilha: 7 horas
Vamos oferecer quatro níveis de dificultade: Desafiante/Avançado, Intermediário, Fácil e Básico
 

NOSSO SEGUNDO DIA DE CAMINHADA COBRIRÁ SHUNI A CESAREIA
Os principais locais ao longo do caminho incluem:
 

Ramat Hanadiv 
Na encosta sul do Monte Carmel, entre Zichron Yaakov e Binyamina, está Ramat Hanadiv, uma joia natural dedicada à memória do Barão Edmond de Rothschild. Ramat Hanadiv é uma memória viva ao Barão, operando pelo beneficio de gerações atuais e futuras e todo o público israelense.

 

Parque Nacional de Cesareia
Um passeio pelo Parque Nacional de Cesareia é como pisar nos passos da História. Uma esplêndida cidade portuária construída pelo Rei Herodes no final do século I AEC para homenagear o imperador romano César Augusto, Cesareia era o coração do domínio romano em Israel. Escavações revelaram vestígios impressionantes nessa cidade incrível.

 

Jantar
Pernoite: West Lagoon Resort, Natânia

 

Quarta-feira, 28 de outubro de 2020

Comprimento do trecho: Cerca de 12 km
Tempo de trilha: 7 horas
Vamos oferecer quatro níveis de dificultade: Desafiante/Avançado, Intermediário, Fácil e Básico

NO TERCEIRO DIA DE CAMINHADA COBRIRÁ AS MONTANHAS DE JERUSALÉM
Os principais locais ao longo do caminho incluem:

Reserva Ha-Masrek, Beit Meir
HaMasrek significa “O Pente”, em Hebraico. A reserva natural recebeu o nome dos pinheiros que crescem densamente nesta área, semelhantes aos dentes de um pente. Um grupo de treinamento do Palmach que morava em Givat Brenner e fazia patrulhas na área provavelmente é o responsável pelo nome da reserva.


Nahal Sorek 
Nahal Sorek é uma das maiores e mais importantes bacias de drenagem das colinas da Judeia. Na Bíblia, o Livro de Juízes menciona o Nahal Sorek como a fronteira entre os antigos filisteus e a tribo de Dan, dos antigos israelitas.

 


Caverna Bnei Brit 
Em 1951, a Floresta dos Mártires foi plantada nas colinas de Jerusalém. A floresta foi plantada em memória dos judeus mortos no Holocausto, com seis milhões de árvores plantadas nos dois lados do Rio Kesalon. Uma caverna natural foi estendida para dentro de uma gruta,  que se tornou um memorial às vítimas do Holocausto.


Pergaminho de Fogo
Também encontrado na Floresta dos Mártires, este monumento celebra a História Judaica desde o período do Holocausto até o estabelecimento do Estado de Israel. Tem o formato de um rolo duplo de Torá, um representando cenas de destruição do Povo Judeu nos tempos antigos e modernos e o segundo representando cenas de renascimento nacional.


Caverna de estalactites
Em 1968, nas encostas ocidentais das montanhas da Judeia, entre Jerusalém e Beit Shemesh, trabalhadores que exploravam uma pedreira de calcário descobriram a caverna de estalactites por acidente. Dentro, havia estalactites e estalagmites com até 4 metros de comprimento. Acredita-se que algumas delas tenham pelo menos 300.000 anos, enquanto outras ainda estão se formando. Vemos a bela formação enquanto exploramos a caverna.


Chegando em Jerusalém 
Finalmente, depois de anos de caminhadas pelo Walk Israel, entraremos como um grupo na capital de Israel, Jerusalém!


Jantar
Pernoite: Ramada Hotel, Jerusalém

 

Quinta-feira, 29 de outubro de 2020

Comprimento do trecho: Cerca de 10 km
Tempo de trilha: 6 horas
Vamos oferecer quatro níveis de dificultade: Desafiante/Avançado, Intermediário, Fácil e Básico


NOSSO ÚLTIMO DIA DE CAMINHADA COBRIRÁ AS MONTANHAS DE JERUSALÉM
Os principais locais ao longo do caminho incluem:
 

Monte das Oliveiras, Jerusalém   
O Monte das Oliveiras, com vista para a Cidade Velha de Jerusalém, deriva seu nome das oliveiras que cresceram aqui nos tempos antigos. Segundo a Bíblia, é lá que o Messias chegará. O Monte das Oliveiras oferece uma vista panorâmica espetacular de Jerusalém.

Vale do Kidron 
O Vale de Kidron é o vale que começa ligeiramente a nordeste da Cidade Velha de Jerusalém, que separa o Monte do Templo do Monte das Oliveiras. É pontilhada por túmulos antigos.


Cidade de David
A Cidade de David, outro marco famoso, é um sítio arqueológico que especula-se ter sido o núcleo urbano original da antiga Jerusalém. De lá, saíram alguns dos achados arqueológicos mais extraordinários do mundo antigo, abrangendo milhares de anos. Entre as descobertas mais dramáticas estão restos do que se acredita ser o palácio real do Rei David e uma extensa evidência da destruição maciça de Jerusalém pelo Império Babilônico e, mais recentemente, a Estrada de Peregrinação, a principal via para os peregrinos que subiam ao Templo durante o Período do Segundo Templo.

 

Tarde livre em Jerusalém
Evento de encerramento festivo
Pernoite:  Hotel Ramada, Jerusalém 


Sexta-feira, 30 de outubro de 2020 

Ônibus partem para o aeroporto e outros destinos em Tel Aviv

Cadastre-se agora
 

FIM DA MISSÃO